medicina! Reserva de Mercado ou Controle de Qualidade?

Atualizado: Jun 24

Há duas semanas recebi um pedido de um corretor amigo, ele dizia que tinha um cliente para comprar rede de farmácias e faculdades de medicina. Achei no mínimo muito curioso pois se tratava de um grupo estrangeiro com capacidade para comprar 2 grandes faculdades e as redes de farmácias, no plural e poderia ser em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Goiás e Minas Gerais.

No entanto, acendeu algo em minha mente durante essa busca. Vi que se alguém quer comprar faculdade de medicina, logo de medicina, é porque não deve estar fácil conseguir licença para ter uma faculdade de medicina. Pois bem eu fico aqui pensando, porque existe esse controle tão forte em cima das faculdades de medicina?


Por que o governo não libera a concessão para que outros empresários possam investir aqui no brasil e assim termos mais faculdades de medicina? Será que existe alguém interessado nesse controle? Quem estaria interessado nessa reserva de mercado ou nesse tão alto controle de qualidade dos médicos?


Não é de hoje que faltam médicos, materiais e condições dignas de trabalho para estes profissionais, vamos assim dizer....ou Semi-Deuses!

Hoje estamos passando por uma pandemia e não temos o número ideal de médicos, não temos uma boa estrutura e nem tão pouco hospitais preparados para atender a população em tempos normais, quem dirá frente á uma epidemia.

Espero que sirva de lição ao senhor Presidente da República e Governadores de Estado.

Abram mais faculdades de medicina, acabem com esse monopólio, com essa reserva de mercado, com esse controle tão exagerado, com esse preciosismo dos médicos. Todos somos seres humanos e temos dificuldades na profissão, concorrência, deslealdade e temos que dar duro para conseguir ganhar dinheiro.


Médicos não tem concorrentes, médicos antes de se formarem já estão empregados e são disputados para uma vaga.


E por que isso?

Porque não tem número de médicos suficientes no nosso país, pois não tem vagas nas faculdades e nas universidades para quem quer estudar.


Alguns vão para fora do país arriscar a vida para fazerem medicina e depois voltarem para o Brasil. Esta é uma profissão vocacional, então senhores representantes do povo, recebam, acolham quem realmente quer fazer medicina com amor e não por dinheiro somente.


O fato do curso ser tão oneroso, apenas uma pequena parte da sociedade tem acesso. Entretanto não significa que uma pessoa com mais recursos terá mais vocação do que aquele que não tem. Em relação ao ingresso nas Universidades Federais aqueles que não dispõe de recursos, ficam em desvantagem pois não podem custear bons cursinhos para concorrer ao vestibular em condições de igualdade e nem tão pouco podem se de dedicarem exclusivamente aos estudos, ficando em desvantagem.



83 visualizações

Termos e condições de uso